Home Boletim Dominical Depois da Tempestade

Área Restrita

Depois da Tempestade PDF Imprimir E-mail

Autor: Pr. Estevam Fernandes de Oliveira
Data: 06/06/2010

DEPOIS  DA TEMPESTADE

Em uma de suas mais belas passagens, a Bíblia conta-nos uma história interessante, destas histórias antigas que têm a cara do nosso cotidiano. Parece até que foram tiradas do jornal do dia. Jesus navegava com os seus discípulos, sobre as águas serenas da Galiléia, acariciados por uma brisa suave. De repente, a calmaria dá lugar à tempestade; os ventos sopram em sentido contrário e as águas serenas dão lugar a ondas  violentas. O pânico se instala a bordo, e o barco começa a naufragar.

Geralmente, quando isso ocorre, a primeira reação é de revolta. Achamos que Deus está sendo injusto conosco. Na verdade nós nunca estamos preparados para enfrentar catástrofes. Imaginamos que somos imunes ao lado trágico da vida; o que é puro engano. Ninguém está isento de provações.

Muitas pessoas já experimentaram na vida algum tipo de situação semelhante em que, de repente, tudo se transtorna. Do casamento às finanças, do trabalho aos relacionamentos, enfim, a vida é visitada por um “furacão”, que ao passar deixa um rastro de destruição.

Não entre em pânico se, porventura, alguma tempestade tentar ameaçar-lhe a vida. Não permita que a revolta domine seu coração; a vida também é feita de experiências amargas. O importante é lembrar que: “ainda que o pranto dure uma noite, a alegria vem pela manhã” (Sl. 30:5).

No episódio bíblico, os discípulos de Jesus, percebendo o “quase” naufrágio, chamam por Ele, e logo vem o socorro e a vitória. Quando Ele ordenou, as águas e os ventos lhe obedeceram – reinou a paz...

O indispensável é saber que Deus está no barco da sua vida, e a vitória virá... Proclame hoje, amanhã e sempre: “tudo posso nAquele que me fortalece” (Fp. 4:13) – Ele é o meu Senhor, minha segurança, meu Salvador; nEle confiarei...!

Pouco a pouco, percebemos que as esperanças foram espalhadas pelos ventos; nossas defesas, uma a uma, vão sendo destruídas, e nossas forças com elas se vão. O casamento se desmorona; as finanças entram em colapso; somos abandonados! A família fica distante, e para as doenças, não há remédios. O pânico precipita as visões do horizonte e amplia a desilusão!

Uma terceira possibilidade real, em meio às águas turvas, é a sensação de vitória! Todo vento forte, também é passageiro. A Bíblia diz: “depois da tempestade, vem a bonança” (Lc. 8:22-25). Certamente que não é muito fácil agir com serenidade e firmeza, quando tudo é ameaçador; todavia, quem não sabe manter a calma em meio às turbulências da vida, não saberá jamais encontrar o caminho das águas tranquilas. Há sempre um porto, na rota dos oceanos!

Pr. Estevam Fernandes de Oliveira

 

Agenda da Igreja

Domingo 09h30 - Escola Dominical
10h30 - Culto
16h00 - Reunião da UPA
16h00 - Ensaio do Coro Marcello Ganter
16h00 - Plenária da SAF (4º domingo)
17h00 - Orando pela Igreja
18h00 - Culto
Terça 09h00 às 18h00 - Expediente normal
10h30 às 17h00 - Oficina Artesanal
19h00 - Reunião de Oração
Quarta 09h00 às 18h00 - Expediente normal
15h00 - Palavra e Oração
Quinta 09h00 às 18h00 - Expediente normal
19h00 às 20h00 - Em conversa com o Pastor
Sexta 09h00 às 18h00 - Expediente normal
15h00 - Encontro com a Bíblia
Segunda 09h00 às 18h00 - Expediente normal Sábado 18h30 - Reunião de oração da UMP